01. Observe as orações:

1. A vida nas cidades se tornou difícil.

2. Despertou cedo e começou o árduo trabalho.

3. Vamos ao cinema ou qualquer outro programa.

4. Confesso que não sei a resposta.

5. Ele abriu o envelope e leu a informação de que fora demitido.

 

Analisando as orações em sua classificação quanto aos períodos Simples e Composto, é possível afirmar.

I. As orações 1 e 4 sinalizam um Período Simples, já que ambas nos apresentam uma oração absoluta.

II. Apenas a oração 2 apresenta um período Composto por Coordenação.

III. A Oração 3 nos apresenta um período Composto por Coordenação, sendo uma Oração Coordenada Sindética Alternativa.

IV. A oração 5 pode ser classificada como, período Composto por Coordenação e Subordinação ou também período Misto.

V. Entre as orações descritas não há período Composto por Subordinação ou período Misto.

 

Assinale a alternativa correta:

a) I e V, apenas.

b) II e V, apenas.

c) III e V, apenas.

d) III e IV, apenas. 

e) III, apenas.

02. Observe.

Não era a frase, nem a crase, era o modo de persuadir, de falar, encantar, vislumbrar, dedicar, compartilhar. E todas essas coisas que nos faz perder o ar,

o respir(ar).                                                              Andressa. S

Quanto à analise verbal e pontual do texto é possível inferir:

I. Os verbos: persuadir, falar, encantar, vislumbrar, dedicar, compartilhar, perder e respirar estão todos em suas formas infinitivas.

II. Persuadir, falar, encantar, vislumbrar, dedicar, compartilhar, perder e respirar estão no infinitivo impessoal, pois apresenta sentido genérico, em uma forma invariável.

III. Há um erro proposital na pontuação, pois o correto seria: “Não era frase e nem crase, era o modo de persuadi...” Nem uma coisa e nem a outra.

IV. O verbo “SER” está empregado no pretérito imperfeito.

V. O verbo “FAZER” está empregado no pretérito perfeito.

Assinale a alternativa correta:

a) I, II e IV, apenas. 

b) II, IV e V, apenas.

c) III e V, apenas.

d) I e IV, apenas.

e) II e V, apenas. 

03. Observe o texto.

Anders Breivik, o homem que matou 77 pessoas na Noruega em junho de 2011 em dois atentados, denunciou o governo de seu país nesta semana por considerar que as condições em que está preso violam seus direitos humanos. Contudo, uma imagem diferente se construiu ao redor do mundo: a de que as prisões norueguesas são extremamente cômodas. De fato, o sistema penitenciário da Noruega já foi descrito por visitantes e analistas como “a utopia das prisões”. Duas instituições carcerárias do país preferem usar outras denominações: “A mais humana das prisões” e “O cárcere mais agradável (do mundo)”. Na ilha de Bastoey, no sul de Oslo, por exemplo, os detentos podem caminhar ao redor de uma prisão que parece um povoado cercado por sítios.

Quanto a análise da expressão destacada, assinale a alternativa correta.

a) É um predicado nominal, já que nos deparamos com a forma mais comum de transitividade verbal.

b) O complemento verbal utilizado apenas nos remete à atenção que o escritor quer que tomemos na denominação em relação a tal penitenciária.

c) O verbo copulativo nos conduz ao predicado nominal. 

d) O verbo transitivo direto nos conduz à classificação de um objeto direto, utilizando “extremamente” como um advérbio de intensidade para chamar a atenção do leitor.

e) A palavra “extremamente” classifica toda a expressão em uma transitividade verbal indireta.

04. Leia as afirmações.

1. O Agente Penitenciário é, antes de tudo, um cidadão, e na cidadania deve permear sua razão de ser.

2. Preso é o indivíduo que tem sua liberdade cerceada mediante ordem escrita e fundamentada da autoridade competente, ficando à disposição da justiça.

3. Vigilância é o ato de observar atentamente uma determinada área, com o objetivo de guarnecer pessoas, objetos e a estrutura física.

Analisando sintaticamente as afirmações, deduzimos:

I. Os sujeitos apresentados nas afirmações são classificados como Sujeito Simples.

II. O Sujeito na oração 1 deve ser classificado distintamente, por se tratar de um Sujeito Composto.

III. O verbo “SER” utilizado em todas as afirmações corresponde a um verbo de ligação ou copulativo, por ligar o sujeito a suas características.

IV. Os verbos utilizados nas afirmações não podem ser classificados, por possuírem conjugações distintas e paradoxais.

V. O verbo “SER” tem classificações distintas para cada uma das afirmações.

Assinale a alternativa correta. 

a) I, III e V, apenas. 

b) I e III, apenas. 

c) II e V, apenas.

d) II, apenas.

e) II e IV, apenas.

05. Observe o texto.

“Código penal é um conjunto formado por leis penais sistemáticas, utilizadas para punir e evitar os delitos criminais cometidos no âmbito social e que infrinjam as normas estabelecidas pela Constituição vigente. O código penal tem como base o Direito Penal (também conhecido por Direito Criminal), responsável por ajudar a garantir o desenvolvimento e crescimento de uma sociedade livre de ações criminais e perversas ao bem comum ou à vida das pessoas.”

Baseando-se na tipologia textual, assinale a alternativa correta:

a) Trata-se de um texto descritivo, pois apresenta a descrição de algo ou alguém.

b) Texto narrativo, que apresenta um depoimento sobre o código penal no Brasil.

c) Texto descritivo, onde há uma notória predominância de substantivos, adjetivos e locuções adjetivas em detrimentos de verbos.

d) Texto dissertativo argumentativo, apresenta um padrão do estilo de redação no Brasil.

e) Texto expositivo informativo, pois transmite informações sobre determinado tema, com neutralidade. 

06. A ortografia estuda a forma correta da escrita das palavras de uma determinada língua, no caso a Língua Portuguesa. É influenciada pela etimologia e fonologia das palavras, assim sendo observe com atenção o texto. Agente Penitenciário, Agente Prisional, Agente de Segurança Penitenciário ou Agente Estadual/Federal de Execução Penal. Entre suas atribuições estão: manter a ordem, diciplina, custódia e vigilância no interior das unidades prisionais, assim como no âmbito externo das unidades, como escolta armada para audiências judiciais, transferência de presos etc. Desempenham serviços de natureza policial como aprensões de ilícitos, revistas pessoais em detentos e visitantes, revista em veículos que adentram as unidades prisionais, controle de rebeliões e ronda externa na área do perímetro de segurança ao redor da unidade prisional. Garantem a segurança no trabalho de ressosialização dos internos promovido pelos pisicólogos, pedagogos e assistentes sociais. Estão subordinados às Secretarias de Estado de Administração Penitenciária - SEAP, secretarias de justiças ou defesa social, dependendo da nomenclatura adotada em cada Estado.

Fonte: Wikipedia – *com alterações ortográficas.

Assinale a alternativa que apresenta todas as palavras, retiradas do texto, com equívocos em sua ortografia. 

a) atribuições; diciplina; audiências; desempenham. 

b) diciplina; aprensões; ressosialização; pisicólogos. 

c) audiências; ilícitos; atribuições; desempenham.

d) perímetro; diciplina; desempenham; ilícitos.

e) aprensões; ressosialização; desempenham; audiências. 

07. Leia com atenção o fragmento do texto.

ATITUDES E CONDUTAS PROFISSIONAIS NECESSÁRIAS AO AGENTE PENITENCIÁRIO

APTIDÃO: que tenha disposição inata, um dom natural de lidar com pessoas;

HONESTIDADE: que seja íntegro. Precisa ser parte exemplar da instituição a que pertença e conduta inatacável;

RESPONSABILIDADE: que tenha capacidade de entendimento ético e uma determinação moral;

LEALDADE: que não seja apenas sincero e franco, mas principalmente fiel aos seus compromissos e honesto com seus pares;

Analisando morfologicamente as palavras destacadas, podemos classificar:

I. Todas as palavras destacadas apresentam a mesma classificação morfológica.

II. As palavras destacadas apresentam distintas classificações.

III. As palavras destacadas são substantivos femininos.

IV. A palavra aptidão é a única com classificação diferenciada.

V. As palavras honestidade e responsabilidade fazem parte de uma classificação diferente das palavras aptidão e lealdade.

Assinale a alternativa correta

a) II, apenas.

b) IV, apenas. 

c) I e III, apenas. 

d) II e V, apenas.

e) II e IV, apenas. 

08. Leia: O COVEIRO E O BÊBADO

“Ele foi cavando, cavando, pois sua profissão – coveiro – era cavar. Mas, de repente, na distração do ofício que amava, percebeu que cavara demais. Tentou sair da cova e não conseguiu. Levantou o olhar para cima e viu que sozinho não conseguiria sair. Gritou. Ninguém atendeu. Gritou mais forte. Ninguém veio. Enrouqueceu de gritar, cansou de esbravejar, desistiu com a noite. Sentou-se no fundo da cova, desesperado. A noite chegou, subiu, fez-se o silêncio das horas tardias. Bateu o frio da madrugada e, na noite escura, não se ouvia um som humano, embora o cemitério estivesse cheio de pipilos e coaxares naturais do mato. Só pouco depois da meia-noite é que lá vieram uns passos. Deitado no fundo da cova o coveiro gritou. Os passos se aproximaram. Uma cabeça ébria apareceu lá em cima, perguntou o que havia: “O que é que há?”

   O coveiro então gritou desesperado: “Tire-me daqui, por favor. Estou com um frio terrível!” – “Mas, coitado!” – condoeu-se o bêbado. – “Tem toda a razão de estar com frio. Alguém tirou a terra de cima de você, meu pobre mortinho!” E, pegando a pá, encheu-a de terra e pôs-se a cobri-lo cuidadosamente.”

 

Ao ler esta fábula de Millôr Fernandes deduzimos a seguinte moral:

a) Nos momentos graves é preciso verificar muito bem para quem apela. 

b) A desgraça de uns é a lealdade de outros.

c) Quem trai os amigos pode estar cavando a própria cova.

d) Cuidado com aonde se quer chegar.

e) Desprezar o que não se consegue alcançar é fácil.

09. Observe o texto. 

Analisando o texto é possível inferir:

a) Se trata de uma linguagem informal da norma culta.

b) A linguagem é própria para a utilização da língua portuguesa aplicada à tirinhas e gibis.

c) A linguagem apresentada é unicamente verbal.

d) A linguagem manifestada é a discursiva. 

e) Apresenta-se uma linguagem mista. 

10. Leia o texto: PERFIL DO AGENTE PENITENCIÁRIO

O Agente Penitenciário realiza um importante serviço público de alto risco, por salvaguardar a sociedade civil; contribuindo através do tratamento penal, da vigilância e custódia da pessoa presa no sistema prisional durante a execução da pena de prisão, ou de medida de segurança, conforme determinadas pelos instrumentos legais. Desta sorte, existe a necessidade de que os Agentes Penitenciários apresentem um perfil adequado para o efetivo exercício da função, requer, pois, um engajamento e um compromisso para com a instituição a que pertencem. Devem ter atitudes estratégicas e criteriosas para corroborar com mudanças no trato do homem preso e realizá-las em um espírito de legalidade e ética. Ter a humildade de reconhecer a incapacidade a respeito dos meios capazes de transformar criminosos em não criminosos, visto que determinados condicionantes tendem a impedir essa metamorfose, parecendo provável que algumas delas favoreçam o aumento do grau de criminalidade das pessoas. (Thomphson, 1980) É necessário, finalmente, aos Agentes Penitenciários reconhecerem as contradições inerentes à própria função; as possíveis orientações que variam conforme os pressupostos ideológicos de cada administração, pois devem transcender a estas questões a fim de contribuir para a promoção da cidadania e assumir definitivamente como protagonista de seu papel de ordenador social, de funcionário público honrado.

Da compreensão, interpretação do texto e significado de suas palavras é correto afirmar que:

I. Os agentes penitenciários devem assumir um papel de ordenador social e funcionário honrado.

II. Os agentes devem promover a cidadania.

III. É importante apresentar um perfil condizente, empenho e compromisso para com a instituição a qual pertence.

Assinale a alternativa correta.

a) I e II, apenas.

b) II, apenas. 

c) I, II e III.

d) II e III, apenas.

e) I e III, apenas.