Na base de tudo, a fermentação, no passado vista como coisa do diabo.

Na Idade Média, os pães eram feitos nos mosteiros. Havia mistério naquele movimento interno da massa, que crescia como se tivesse vida própria. Por isso os monges piedosos acompanhavam todo o processo a rezar. Rezavam sempre e com fervor, pois acreditavam que o crescimento da massa era arte do demônio. Da mesma forma como havia o demo também atrás da fabricação do queijo, da cerveja e do vinho. Se não fosse o diabo, como explicar então aquela “vida” que de repente começava a pulsar dentro daquela mistura inerte?

Foi só muito tempo depois que a humanidade descobriu o que de fato acontecia naquele processo: era a multiplicação de micro-organismos num conjunto de reações químicas, que ficou conhecido então como fermentação. Hoje, curiosamente, esse mesmo processo está na base de uma das principais ciências do nosso século: a biotecnologia [...].

Quando o mundo se deu conta dos potenciais da biotecnologia, nos anos de 1970, teve início um febril corre-corre nos meios científicos. Falava-se em criar plantas perfeitas, enormes e imunes a pragas e doenças, que revolucionariam a agricultura e resolveriam o problema da fome no mundo. Na medicina, acreditava-se que a cura do câncer, com a ajuda da nova ciência, estaria ao alcance da mão. E apostava-se também na criação de uma espécie de fonte da juventude, desenvolvendo hormônios capazes de retardar o envelhecimento das pessoas. Delirou-se, enfim.

(Revista Globo Ciência, n.º 2)

As questões de 01 a 04 referem-se ao texto acima.

01 – Assinale a alternativa cuja expressão não representa, no texto, um desatino (falta de juízo, loucura) das pessoas

em relação à Ciência:

a) Febril corre-corre.

b) Delirou-se, enfim. 

c) Fonte da juventude.

d) O que de fato acontecia naquele processo.

02 – De acordo com o texto, quais afirmações abaixo estão corretas?

I. A biotecnologia gerou muita expectativa nos meios científicos.

II. Os monges medievais rezavam para se livrar dos efeitos do demônio sobre o pão.

III. Logo a humanidade descobriu o que acontecia naquele processo: a multiplicação de micro-organismos.

a) II, somente.

b) I, somente.

c) II e III.

d) I e II.

03 – Qual dos sentimentos abaixo não se verifica no texto?

a) Ingenuidade

b) Incredulidade

c) Entusiasmo

d) Euforia

04 – “Havia um mistério naquele movimento interno da massa.” Qual é o mistério a que essa passagem se refere?

a) O crescimento do pão.

b) O surgimento do demônio.

c) O fato de os monges rezarem.

d) A fabricação de queijo, cerveja e vinho.

05 – Leia: O uirapuru é um belo pássaro! Conta-se que, quando ele canta, as demais aves da floresta se põe em silêncio para apreciá-lo, pois é um momento em que se ouve gorjeios incomparáveis, que encanta qualquer apreciador de uma boa melodia. Qual dos verbos mencionados abaixo está com a concordância correta no texto?

a) põe

b) ouve

c) canta

d) encanta

06 – Quantas palavras do texto abaixo apresentam erro no que diz respeito ao emprego ou não do acento gráfico?

Bons argumentos têm aquele rapaz! O conteudo de sua fala revela bem a pessoa observadora que sempre demonstrou ser. Da importância a detalhes que muitos nem notam. É sempre bom ouví-lo.

a) 1

b) 2

c) 3

d) 4

07 – Leia:

“Desceram para o trapiche. A chuva entrava pelos buracos do teto, a maior parte dos meninos se amontoavam nos cantos onde havia telhado.” (Jorge Amado) O termo destacado no texto acima se classifica como:

a) pronome demonstrativo.

b) pronome interrogativo.

c) pronome indefinido.

d) pronome relativo.

08 – Assinale a alternativa que não pode ser preenchida com nenhuma conjunção adversativa:

a) A literatura abre-nos os olhos para os grandes temas da vida, ....... a maioria das pessoas não a valorizam.

b) Esses livros trazem textos relevantes, ....... não achei a informação que procurava.

c) É preciso tomar uma atitude decisiva, ....... do jeito que está não dá para ficar.

d) Ele era negligente e desatento, ....... tinha um coração de ouro.

09 – Assinale a alternativa que não contém aposto:

a) É sabido, pela história, que os índios, povo nativo da Ilha de Vera Cruz, primeiro nome do nosso Brasil, transmitiram muito de sua cultura e costumes aos portugueses.

b) O Futurismo, movimento lançado pelo poeta italiano Marinetti em 1909, propunha a destruição do passado e a exaltação da vida moderna.

c) “Eu sou, Senhor, ovelha desgarrada: Cobrai-a e não queirais, Pastor Divino, Perder na vossa ovelha a vossa glória.” (G. de Matos)

d) “Cada momento que passamos na internet será um minuto a menos no mundo real, onde há um recurso valiosíssimo: gente, como a caixa de supermercado, a bibliotecária e os frequentadores de shopping center.” (Robert Wright)

10 – Leia:

“No mais interno fundo das profundas Cavernas altas, onde o mar se esconde, Lá donde as ondas saem furibundas [...]” Os termos destacados no texto exercem, respectivamente, a função de:

a) predicativo do objeto e predicativo do sujeito.

b) adjunto adnominal e predicativo do sujeito.

c) predicativo do sujeito e adjunto adnominal.

d) predicativo do objeto e adjunto adnominal.

11 – Em qual alternativa o uso do acento grave foi empregado corretamente?

a) Dos candidatos aprovados serão exigidos à qualquer hora todos os documentos para a matrícula.

b) Após o término das provas, alguns candidatos fizeram alusão à uma questão sem resposta.

c) Informaram aos candidatos que eles deveriam preencher toda a ficha de inscrição à lápis.

d) À zero hora precisamente, seria divulgado o gabarito das provas.

12 – Leia: “Ninguém no caís tem um nome só. Todos têm também um apelido ou abreviam o nome, ou o aumentam, ou lhe acrescentam qualquer coisa que recorde uma história, uma luta, um amor.” (Jorge Amado)

Os sujeitos dos verbos destacados no texto classificam-se, respectivamente, como:

a) simples e simples.

b) indeterminado e simples.

c) simples e indeterminado.

d) indeterminado e indeterminado.

13 – Assinale a alternativa incorreta em relação à concordância verbal:

a) Tu e ela não participarão do novo projeto de leitura da Rede Municipal.

b) Tu e ela não participareis do novo projeto de leitura da Rede Municipal.

c) Alunos, pais e professores, ninguém desistirá do novo projeto de leitura.

d) Poucos recursos, falta de interesse, nada os farão desistir do projeto.

14 – Assinale a alternativa em que a colocação pronominal não obedece à Norma Culta:

a) Deus nos dê muita saúde para que possamos assistir à nossa vitória em breve!

b) O Reitor não se lembra dos detalhes do projeto de leitura colocados pelos professores.

c) Em tratando-se de dúvidas sobre as normas da ABNT, procure o revisor do projeto.

d) Ainda nos faltam os argumentos necessários para que possamos conseguir recursos para nosso novo projeto.

15 – Leia: São quatro cachorras muito amáveis, cada qual com suas peculiaridades. Rose é uma cachorrinha arteira e serelepe, com seu pelo e unhas pretas. Ciça é pacata e sorrateira, sempre atenta com seus olhos e orelhas amarelos. Vilma, por sua vez, apresenta bastante habilidades para vigiar a casa; atira-se em qualquer um que vê. E Ruth é meio sossegada e faz amizades facilmente à primeira vista.

Há um erro de concordância nominal na descrição de uma das cachorras. Qual?

a) Rose

b) Ciça

c) Vilma

d) Ruth

16 – Leia e observe o emprego das vírgulas: O dicionário, que é conhecido como o “pai dos burros”, é verdadeiramente uma grande ferramenta de consulta. Ele traz os significados das palavras, esclarece sobre a regência dos verbos, menciona a classe gramatical, apresenta inúmeros exemplos de frases e traz até a etimologia dos vocábulos. Sempre que precisamos de uma boa ferramenta de consulta, é a ele que devemos recorrer.

No texto acima, não há vírgula separando:

a) adjunto adverbial.

b) orações coordenadas.

c) oração subordinada adverbial.

d) oração subordinada adjetiva explicativa.

 17 – Leia: “Durante a risada, ocorre a liberação da serotonina, um dos neurotransmissores responsáveis pela sensação de bem-estar.

Em qual alternativa o termo destacado exerce a mesma função sintática de pela sensação de bem-estar?

a) A propósito, quando foi a última vez que você deu uma boa risada, hein?

b) Alguns cientistas dizem que as estruturas frontais do cérebro, mais sofisticadas, estão associadas ao riso.

c) Os movimentos musculares do sorriso, dizem os cientistas, melhoram um pouco o humor e liberam a serotonina.

d) Dizem alguns cientistas que vale a pena, até, olhar para si mesmo no espelho, ao menos uma vez ao dia, e esboçar um belo sorriso.

18 – Leia: “Apiedei-me; tomei-a na palma da mão e fui depô-la no peitoril da janela. Era tarde; a infeliz expirou dentro de alguns segundos.” (Machado de Assis) Quantas orações coordenadas podemos depreender do texto acima?

a) seis

b) sete

c) cinco

d) quatro

19 – Leia: “O pardalzinho nasceu Livre. Quebraram-lhe a asa. Sacha lhe deu uma casa, Água, comida e carinho.” (M. Bandeira)

Os termos destacados no texto acima exercem respectivamente a função de:

a) objeto direto e objeto indireto.

b) adjunto adnominal e objeto indireto.

c) adjunto adnominal e predicativo do sujeito.

d) predicativo do sujeito e predicativo do objeto.

 

20 – Observe: Aprecio muito Machado de Assis. A obra de Machado de Assis é rica em metáforas.

Reunindo corretamente as duas orações com o auxílio do pronome relativo, temos:

a) Aprecio muito Machado de Assis, o qual sua obra é rica em metáforas.

b) Aprecio muito Machado de Assis, cuja obra é rica em metáforas.

c) A obra de Machado de Assis, cuja muito aprecio, é rica em metáforas.

d) Aprecio muito Machado de Assis, a quem possui obra rica em metáforas.

21 – Quanto à voz dos verbos, relacione as colunas e, a seguir, assinale a alternativa correta:

1 – voz ativa 2 – voz passiva:

( ) A cidade de Mariana foi isolada pela lama.

( ) Encontraram muitos corpos no meio da lama.

( ) Encontraram-se muitos corpos no meio da lama.

( ) A lama destruiu a cidade de Mariana.

a) 2 - 2 - 1 – 1

b) 1 - 1 - 2 – 2

c) 2 - 1 - 2 – 2

d) 2 - 1 - 2 – 1

22 – Em qual alternativa a conjunção ou locução conjuntiva estabelece uma relação de sentido de concessão?

a) Os professores anunciaram que farão greve, ainda que o Governo decida algum novo reajuste salarial.

b) Mal o Governo anunciou uma negociação para um novo reajuste, os professores decidiram pela greve.

c) Logo que o Governo pediu uma negociação, o sindicato dos professores decidiu interromper a greve.

d) Enquanto o sindicato e o Governo não decidirem o reajuste exigido, os professores não retornarão às salas de aula.

23 – Quanto à regência verbal ou nominal, assinale o segmento que completa corretamente a frase abaixo.

Este é um lugar .......

a) de que muito ouvi elogiar.

b) cuja beleza me encanta.

c) cuja natureza eu sou fascinado.

d) por que sempre nos referimos em nossas conversas.

24 – Leia o poema abaixo, do poeta Mário Quintana.

Inscrição para um portão de cemitério Na mesma pedra se encontram, Conforme o povo traduz, Quando se nasce uma estrela, Quando se morre uma cruz. Mas quantos que aqui repousam Hão de emendar-nos assim: “Ponha-me a cruz no princípio... E a luz da estrela no fim.”

Analisando as figuras de linguagem presentes nesses versos, é incorreto afirmar que:

a) princípio e fim formam uma antítese.

b) a palavra pedra constitui uma prosopopeia.

c) repousam é um eufemismo para “estão mortos”.

d) cruz representa a morte, portanto constitui uma metonímia do tipo concreto pelo abstrato.

25 – Como se classificam os pronomes destacados nos versos abaixo, na ordem em que aparecem?

“Liberdade  - essa palavra que o sonho humano alimenta: que não há ninguém que explique, e ninguém que não entenda.” (Cecília Meireles)

a) Demonstrativo, relativo e possessivo.

b) Possessivo, interrogativo e indefinido.

c) Indefinido, demonstrativo e relativo.

d) Demonstrativo, relativo e indefinido.

 

26 – Leia: A gratidão e a generosidade são duas qualidades muito nobres. Um homem de bem aplica essas virtudes em sua vida. Assim, ele deixa as pessoas felizes com suas atitudes.

O texto acima é composto de três frases, cujos predicados classificam-se, respectivamente, como:

 a) nominal, verbal e verbo-nominal.

b) verbal, verbo-nominal e nominal.

c) nominal, verbo-nominal e verbal.

d) verbo-nominal, nominal e verbal.

27 – Leia: “Talvez pareça excessivo o escrúpulo do Cotrim, a quem não souber que ele possuía um caráter ferozmente honrado.” (Machado de Assis)

Dentre os verbos presentes na frase acima, não há:

 a) futuro do subjuntivo.

b) presente do indicativo.

c) presente do subjuntivo.

d) pretérito imperfeito do indicativo.

28 – Em qual das alternativas a regência do adjetivo ansioso está correta?

a) Capitu possuía olhos ansiosos a novas paisagens.

b) Capitu estava ansiosa em fazer a viagem com o esposo.

c) Capitu estava ansiosa para ler as cartas de amor de Bento.

d) Capitu estava ansiosa à visita que receberia do sócio de seu esposo.

29 – Leia: Quando entrou em casa, naquele dia, foi a irmã quem lhe abriu a porta, perguntando se ele jantaria naquele momento. A mãe já se transformara em uma linda estrela.

A oração destacada no texto acima se classifica como subordinada substantiva:

a) completiva nominal.

b) objetiva indireta.

c) objetiva direta.

d) predicativa.

30 – Assinale a alternativa que classifica corretamente o termo destacado no texto abaixo. “Nosso céu tem mais estrelas, Nossas várzeas têm mais flores, Nossos bosques têm mais vida, Nossa vida mais amores.” (Gonçalves Dias):

a) Sujeito

b) Objeto direto

c) Objeto indireto

d) Complemento nominal

31 – Assinale a alternativa em que não há erro de ortografia:

a) O Facebook é utilizado com o propósito de obter informação

sobre uma classe social privilegiada.

b) O usuário que quizer poderá limitar a invasão de sua

privacidade. Basta apenas um delete.

c) Aquele que acredita ser vulnerável não tem conciência dos

grandes riscos que corre.

d) A falta de malícia de alguns usuários os induz a correr risco desnescessário.

32 – Assinale a alternativa que não contém oração subordinada adjetiva:

a) O problema é que sua proposta não me agrada.

b) Eu disse a verdade à menina que me procurou hoje.

c) As pedras que me atiras servirão para construir o castelo de tua ignorância.

d) A televisão, que é um grande invento, permite-nos o acesso a inúmeras informações.

33 – Assinale a alternativa cujos verbos completam corretamente as seguintes frases:

Se ninguém ______ nesse caso, sabe lá Deus que fim terá.

No mesmo dia, ele _______ os documentos que perdera.

Foram designados alguns advogados para que ______ a banca examinadora.

a) intervir – reaveu – compossem

b) intervier – reaveu – compossem

c) intervir – reouve – compusessem

d) intervier – reouve – compusessem

34 – Leia:

Na verdade não existem meninos de rua. Existem meninos na rua. As expressões destacadas no texto exercem, respectivamente, a função de:

a) adjunto adnominal e adjunto adverbial.

b) adjunto adverbial e adjunto adnominal.

c) adjunto adverbial e predicativo do sujeito.

d) predicativo do sujeito e adjunto adverbial.

35 – Leia:

Quando nos comunicamos, selecionamos e combinamos as palavras para que os enunciados sejam formados. À medida que as frases são criadas, vamos incorporando a elas recursos próprios da língua oral, como pausas, altura da voz, entonação, interrupções bruscas. No texto acima não há oração subordinada adverbial:

a) final.

b) causal.

c) temporal.

d) proporcional.

36 – Assinale a alternativa em que a expressão grifada está incorreta no que diz respeito ao uso ou não da crase:

a) Às vezes eu entendo por que ele age assim.

b) Refiro-me às vezes em que você esteve aqui.

c) Contamos às vezes em que ele nos procurou.

d) Durante o jantar, ele teve que fazer as vezes de garçom.

37 – Assinale a alternativa em que a concordância nominal está incorreta:

a) No jardim encantado de Branca de Neve, havia perfumado lírio e rosa.

b) No jardim encantado de Branca de Neve, havia rosa e lírio perfumados.

c) No jardim encantado de Branca de Neve, havia perfumados lírio e rosa.

d) No jardim encantado de Branca de Neve, havia lírio e rosa perfumada.

38 – Em qual alternativa a forma plural dos adjetivos compostos está incorreta?

a) competição infanto-juvenil /competições infanto-juvenis

b) olho castanho-escuro / olhos castanhos-escuros

c) aluno surdo-mudo / alunos surdos-mudos

d) blusa azul-turquesa / blusas azul-turquesa

39 – Numere os parênteses de acordo com o gênero dos substantivos e assinale a sequência resultante:

1 – Sobrecomum

2 – Comum-de-dois gêneros

(  ) motorista

(  ) celebridade

(  ) colega

(  ) repórter

(  ) testemunha

a) 2-1-2-2-1

b) 1-2-2-1-2

c) 2-2-1-1-1

d) 1-1-1-2-2

40 – Assinale a alternativa em que há metáfora:

a) A aeronave era um grande pássaro metálico devorando a distância.

b) A aeronave passou milhões de vezes pela revisão mecânica.

c) A aeronave brasileira perdia vagarosamente a altitude.

d) A aeronave transportou os refugiados da Síria.