1. A crase é obrigatória em:

Parte superior do formulário

a) Não vai a clubes aos domingos.

b) Não vá a pé para casa.

c) Estava disposto a falar.

d) Ele veio a Bahia de trem.

 

2. Em relação ao uso adequado da crase, qual é a explicação, abaixo, que reforça o bom entendimento do assunto?

a) Minha saudação aos aficionados do clube e aos demais esportistas...”

(Se os substantivos “aficionados” e “esportistas” fossem substituídos por palavras femininas, não haveria crase.)

b) “... aqui presentes ou no recesso dos seus lares.”

(Nesse trecho há regência verbal. E isso não ajuda a explicar a crase.)

c) “Quais são as instruções do técnico?”

(Apenas uma preposição antecede a palavra “instruções”. Por isso não há crase.)

d) “Posso dirigir uma mensagem de caráter sentimental, algo banal, talvez mesmo previsível e piegas, a uma pessoa à qual sou ligado por razões, inclusive, genéticas?”

(Mesmo se o artigo indefinido “uma”, antes da palavra “pessoa” fosse substituído por um artigo definido, não haveria crase.)

e)  “Uma saudação para a minha progenitora.”

(A crase se justificaria, se substituísse a preposição “para” por outra preposição.)

 

3. Com base na norma culta da língua portuguesa, o emprego do sinal de crase está inadequado na frase da opção:

Parte superior do formulário

a) O jogo começara à uma hora da madrugada. 

b) Eduardo declarou-se à Mônica. 

c) Assisti à peça que está em cartaz no teatro municipal.

d) Eu irei à Brasília semana que vem.

e) À medida que o tempo passa, fico mais feliz por você estar aqui comigo. 

 

4. A frase redigida com clareza e conforme a norma-padrão da língua é

a) Partindo-se do pressuposto que o comportamento das demais pessoas com relação à nós mesmos, seja um reflexo de nossa postura para com elas, é válido devotá-las o melhor tratamento possível.

b) Empenhar-se em reconhecer nas pessoas o que elas têm de melhor foi um dos mais valiosos ensinamentos que Mandela deixou àqueles que desejam ter um convívio pacífico com os demais.

c) Uma vez que nossas ações se pautem, por integridade e honra, passamos à reivindicar que nos seja atribuído o mesmo tratamento; ainda que uma das consequências seja a frustação de não recebê-lo.

d) Mandela reconheceu que poderia ser criticado devido à uma visão demasiada positiva das outras pessoas; mesmo consciente que ao assim fazê-lo, preservasse a coerência entre seus ideais e ações.

e) Uma atitude contemporizadora pode ser equivocadamente interpretada como exemplo de fraqueza, à medida que o comportamento combativo tem sido preconizado à obter resultados mais imediatos.

 

5. O acento grave está utilizado de acordo com a norma-padrão na seguinte frase:

a) O sol estava à pino no calçadão.

b) O homem estava à passeio na praia.

c) A cena à qual o motorista assistiu o impressionou.

d) À imagem do mar era como ele havia pensado

e) O velho via à praia com um olhar perdido.

 

5. O acento grave está utilizado de acordo com a norma-padrão na seguinte frase:

a) O sol estava à pino no calçadão.

b) O homem estava à passeio na praia.

c) A cena à qual o motorista assistiu o impressionou.

d) À imagem do mar era como ele havia pensado

e) O velho via à praia com um olhar perdido.

6. Assinale a alternativa correta quanto aos recursos linguísticos empregados no texto.

a) No segmento, “No Ceará, que é o campeão do “bate metas”, há um dado no emaranhado de slides do powerpoint do INEP sobre os resultados do SAEB”. (3º parágrafo), do ponto de vista sintático, a expressão em negrito funciona como sujeito.

b) No excerto, “No caso da educação, cabe a ela 18% deste valor, assim dividido (...)” (4º parágrafo), dever-se-ia empregar o sinal indicativo de crase diante do pronome ELA.

c) No segmento, “Conforme a própria Secretaria diz: “são penalizados os municípios que apresentam alta desigualdade no desempenho de seus alunos”, o elemento coesivo que inicia o período pode ser substituído pela conjunção “segundo”, sem prejuízo quanto ao sentido e à correção gramatical.

d) No excerto “Também os Estados Unidos, talvez por outros motivos, teve o seu “milagre do Texas”, o verbo TER está corretamente empregado, uma vez que se refere ao país.

e) A presença de verbos na primeira pessoa do plural denota um afastamento entre enunciador e enunciatário.

7. Assinale a opção que segue a mesma regra do acento grave presente no fragmento “Os franceses associavam a palavra à importância que os ingleses davam...”

a) a) “À tarde nos veremos com certeza”.

b) “Adoro filé à milanesa”.

c) “Estamos à distância de 1km de casa”.

d) “Todos, às vezes, precisam silenciar”.

e) “Enviarei o dinheiro, no último domingo do mês, àquela paróquia”.

8. Marque a alternativa correta quanto ao uso ou não da crase nos três enunciados abaixo, respectivamente. 

As Coordenações do IFTO se propõem bastante ___ construir uma educação de qualidade.

Nós, alunos do IFTO, aspiramos ___ pesquisa voltada para melhoria da vida das pessoas.

As queimadas em Palmas ultrapassam ___ capacidade de se suportar as fumaças constantes.

a) a - à - a

b) à - a - a 

c) a - a - a

d) a - a - à 

e) à - à - à 

9. Mantém-se o acento grave no “a” que se lê em: “portadora de algum transtorno ligado à disritmia psicocerebral” com a substituição do complemento de “ligado” por:

a) a disritmia psicocerebral em pauta.

b) a possíveis disritmias psicocerebrais.

c) a uma disritmia psicocerebral.

d) a quaisquer disritmias psicocerebrais.

e) a tal ou qual disritmia psicocerebral.

10. Assinale a alternativa que completa corretamente os espaços no período a seguir:

____ pessoa, é imposta a obrigação de obedecer ____ regras, mesmo _____ revelia de seus princípios. 

a) a – às – a 

b) à – à – à 

c) à – a – à 

d) a – as – a

11. Com base no texto, assinale a alternativa correta quanto ao uso do sinal indicativo de crase. 

a) Em “Eram as mulheres que tinham tomado a fresca...”, a ausência do sinal de crase nos termos destacados demonstra que a crase é opcional.

b) Em “As crianças da casa iam dormir com medo...”, a crase poderia ter sido usada no termo destacado, sem prejuízo à norma culta.

c) Em “À meia-noite, ouviam-se nas pedras da rua ruídos...”, o uso da crase no termo destacado é obrigatório, de acordo com a norma culta.

d) Em “...e até a voz áspera do boleiro”, o uso da crase é proibido em virtude da presença da palavra “até”.

12. O emprego do acento grave em “Às vezes, aparecem nos rostos sorrisos de confiança.“ (5º§) justifica-se pela mesma razão do que ocorre no seguinte exemplo: 

a) Entregou o documento às meninas. 

b) Manteve-se sempre fiel às suas convicções. 

c) Saiu, às pressas, mas não reclamou. 

d) Às experiências, dedicou sua vida. 

e) Deu um retorno às fãs. 

13. “A __________________ do acento grave indicador de crase no título do texto se deve a dois fatores, a saber: ____________________________ e ____________________________.” Assinale a alternativa que completa correta e sequencialmente a afirmativa anterior.

a) facultatividade / exigência de preposição / presença do artigo ‘a’

b) obrigatoriedade / exigência de preposição / presença do artigo ‘a’

c) facultatividade / presença da preposição ‘a’ / exigência de adjunto adnominal

d) obrigatoriedade / presença de complemento nominal / presença da preposição ‘a’

14. O acento grave está empregado de acordo com a norma-padrão em:

a) Frente à desigualdades sociais, temos de ser solidários.

b) Os catadores são submetidos à um sofrimento imenso.

c) São terríveis às condições de trabalho dos catadores.

d) À classe dos catadores de lixo devemos respeito.

e) Os governos precisam atender à vítimas da desigualdade.

01. Assinale a alternativa em que o uso da crase é obrigatório:

a) Um rapazito de paletó entrou na rua e foi perguntar à Machona pela Nhá Rita. (Aluísio Azevedo)

b) José Cândido não tinha nem a cor nem o título convenientes à sua filha. (R. Braga)

c) Mas o peru se adiantava até à beira da mata. (G. Rosa)

d) Todos, às vezes, precisam ficar bêbados, e por isso bebem. (R. Braga)

e) (…) evitei acompanhar Dr. Siqueira em suas visitas vespertinas à nossa bem amada. (J. Amado)

 

02. Qual das alternativas completa corretamente os espaços vazios?

I. E entre o sono e o medo, ouviu como se fosse de verdade o apito de um trem igual ____ que ouvira em Limoeiro. (J. Lins do Rego)

II. Habituara-se ______ boa vida, tendo de um tudo, regalada. (J. Amado)

III. Depois do meu telegrama (lembram: o telegrama em que recusei duzentos mil-réis ___ pirata), a “Gazeta” entrou a difamar-me. (G. Ramos)

IV. Os adultos são gente crescida que vive sempre dizendo pra gente fazer isso e não fazer _____.

(Millôr Fernandes)

a) àquele, aquela, aquele, aquilo

b) àquele, àquela, aquele, aquilo

c) àquele, àquela, aquele, àquilo

d) àquele, àquela, àquele, aquilo

e) aquele, àquela, aquele, aquilo

03. (CESCEM) Sentou-se à máquina e pôs-se  ___ reescrever uma  ___ uma as páginas do relatório.

a) a / a / à

b) a / à / à

c) à / a / a

d) à / à / à

e) à / à / a

04. (FASP) Assinale a alternativa com erro de crase:

a) Você já esteve em Roma?

b) Refiro-me à Roma antiga, na qual viveu César.

c) Fui à Lisboa de meus avós, pois gosto da Lisboa de meus avós.

d) Já não agrada ir a Brasília.

e) nenhuma das alternativas está errada.

05. (ESAN) Das frases abaixo, apenas uma está correta, quanto à crase. Assinale-a:

a) Devemos aliar a teoria à prática.

b) Daqui à duas semanas ele estará de volta.

c) Puseram-se à discutir em voz alta.

d) Dia à dia, a empresa foi crescendo.

e) Ele parecia entregue à tristes cogitações.

06. (ABC – MED.) Nas alternativas que seguem, há três frases, que podem estar corretas ou não. Leia-as atentamente e marque a resposta certa:

I. O seu egoísmo só era comparável à sua feiura.

II. Não pode entregar-se às suas ilusões.

III. Quem se vir em apuros, deve recorrer à justiça.

a) Apenas a frase I está correta.

b) Apenas a frase II está correta.

c) Apenas as frases I e II estão corretas.

d) Apenas as frases II e III estão corretas.

e) As três frases estão corretas.

07. (FUND. LUSÍADA) Assinale a alternativa que completa corretamente o período: ____ noite estava clara e os namorados foram ____  praia ver a chegada dos pescadores que voltavam  ____ terra.

a) Á / à / à

b) A / à / à

c) A / a / à

d) À / a / à

e) A / à / a

08. (ITA) Analisando as sentenças:

I. A vista disso, devemos tomar sérias medidas.

II. Não fale tal coisa as outras.

III. Dia a dia a empresa foi crescendo.

IV. Não ligo aquilo que me disse.

Podemos deduzir que:

a) Apenas a sentença III não tem crase.

b) As sentenças III e IV não têm crase.

c) Todas as sentenças têm crase.

d) Nenhuma sentença tem crase.

e) Apenas a sentença IV não tem crase.

09. (ABC – MED.) A alternativa em que o acento indicativo de crase não procede é:

a) Tais informações são iguais às que recebi ontem.

b) Perdi uma caneta semelhante à sua.

c) A construção da casa obedece às especificações da Prefeitura.

d) O remédio devia ser ingerido gota à gota, e não de uma só vez.

e) Não assistiu a essa operação, mas à de seu irmão.

10. (FUVEST) Indique a forma que não será utilizada para completar a frase seguinte:

“Maria pediu ____ psicóloga que ____ ajudasse ____ resolver o problema que ___ muito ____ afligia.”

a) preposição (a)

b) pronome pessoal feminino (a)

c) contração da preposição a e do artigo feminino a (à)

d) verbo haver indicando tempo (há)

e) artigo feminino (a)

11. (ITA – SP)

Dadas as afirmações:

1- Tudo correu as mil maravilhas.

2 – Caminhamos rente a parede.

3 – Ele jamais foi a festas.

Verificamos que o uso do acento indicador da crase no “a” é obrigatório:

a) apenas na sentença nº 1

b) apenas na sentença nº 2

c) apenas nas sentenças nºs 1 e 2

d) em todas as sentenças

12. (VUNESP – 2011 – TJ-SP – Escrevente Técnico Judiciário) Assinale a alternativa que completa, correta e respectivamente, as lacunas das frases.

_______ situações insustentáveis do lixo na capital. Esse problema chega ____ autoridades que deverão tomar _____ providências cabíveis.

a) As – as – as

b) Há – às – as

c) Há – as – às

d) Às – as – às

e) As – hás – as

13. Refiro-me _____ atitudes de adultos que, na verdade, levam as moças _____ rebeldia insensata e _____ uma fuga insensata.

a) às, à, a

b) as, à, à

c) às, à, à

d) as, à, a

e) às, a, à

14. Na frase: “Tende a satisfazer as exigências do mercado”, substituindo-se “satisfazer” por “satisfação”, tem-se a forma correta:

a) tende à satisfação as exigências do mercado;

b) tende a satisfação as exigências do mercado;

c) tende a satisfação das exigências do mercado;

d) tende a satisfação às exigências do mercado;

e) tende à satisfação das exigências do mercado.

15. (TJ/RO – 2010 – FUNDAÇÃO CESGRANRIO) Indique a opção em que o sinal indicativo de crase está corretamente usado.

a) Essa proposta convém à todos.

b) O governo aumentou à quantidade de subsídios.

c) A empresa considerou a oferta inferior à outra.

d) Ele está propenso à deixar o cargo.

e) Não vou aderir à modismos passageiros.

16. (DETRAN/RN – 2010 – FGV) Assinale a alternativa em que está correto o uso do acento indicativo de crase:

a) O autor se comparou à alguém que tem boa memória.

b) Ele se referiu às pessoas de boa memória.

c) As pessoas aludem à uma causa específica.

d) Ele passou a ser entendido à partir de suas reflexões sobre a memória.

e) Os livros foram entregues à ele.

17. (POLÍCIA CIVIL/SC – 2010 – ACAFE)

Assinale a alternativa correta que preenche as lacunas da frase a seguir.

“O vereador que reside  ______ Rua Miguel Deodoro corre o risco de ter seu mandato_______ assim que o processo chegar _______ mãos do Presidente.”

a) à - mandado caçado - as

b) à - mandato caçado - às

c) na - mandado cassado - as

d) na - mandato cassado – às

18. (PUC) Assinale a opção em que há ERRO no emprego do acento grave, indicativo da crase:

a) Quando iremos à Portugal?

b) Terminei o trabalho às 11 horas da noite.

c) Hoje distribuíram balas às crianças do bairro.

d) Emprestei vários livros à secretaria.

e) Ele não compareceu à reunião de sexta-feira.

19. (UNIRIO) Assinale o item em que há ERRO por ausência ou presença do acento no “A” indicativo de crase.

a) À cada gol, Pelé exultava. 

b) Assisti a uma partida sem gols. 

c) O juiz terminou a partida às pressas. 

d) À uma hora se iniciaria o último jogo do torneio. 

e) Fui à praia e não vi futebol na areia.